(+351) 219 250 092 | tp.odda%40ymedacapmuj

(+351) 219 250 092 | tp.odda%40ymedacapmuj

    20 Novembro 2019

    Como elaborar um Curriculum Vitae?

    Não é novidade para ninguém que o Curriculum Vitae (CV) é o principal e o primeiro meio de contacto com o próximo empregador, assumindo por isso um papel de destaque em todo o processo de recrutamento. Representa-nos até ao momento de conseguirmos uma entrevista, e este é o momento em que na prática defendemos o que nele está escrito.

    • FORMATO DO CV

    • Um CV longo, por norma, não é totalmente lido pelo recrutador. Neste sentido, deve ter no máximo 2 páginas e estar redigido num formato que não seja Europass. Atualmente há uma infinidade de formatos disponíveis online e perfeitamente consistentes com o que o mercado privilegia. Escolha o que mais se idêntica consigo.
      Utilize cores neutras ao longo do seu CV, evitando a utilização de cores forte. Caso opte pela utilização de ícones ilustrativos, tente identificar o setor ou a função que procura (por exemplo, utilizar comprimidos nos tópicos em vez do tradicional ponto).
      É importante ler e reler o seu CV as vezes que forem necessárias. Um CV com erros ortográficos é um péssimo "cartão de visita".

    • ESTRUTURA DO CV

    • O CV deve ter todos os seus dados biográficos, tais como: nome, morada (cidade e país), número de telemóvel, e-mail, Skype ID e link do Linkedin. Um CV sem os seus contactos é pouco útil para o recrutador (e é bastante frequente identificarmos CV's assim).
      Opte sempre por colocar a sua fotografia uma vez que facilita ao recrutador a identificação visual do candidato, bem como a analogia pós-entrevista. A foto convém ser tirada em fundo branco, com roupas discretas e sem adereços que prendam a atenção do entrevistador.
      A seguir apresente o resumo biográfico que deve ser conciso, claro e direto e não deve ter mais do que 2 parágrafos. Aqui deve apresentar a experiência funcional, bem como as caraterísticas individuais pelas quais a empresa deve recrutá-lo.
      A experiência profissional deve estar descrita da empresa mais atual para a mais antiga, contendo as datas de início e fim de atividade, o nome da empresa e a função desempenhada. Nota: o foco deve estar na(s) última(s) experiência(s). Tudo indica que esta(s) deve(m) ser a(s) mais relevante(s).
      A experiência académica ou habilitações literárias deve indicar a formação académica concluída, com datas (de início e fim) e instituição frequentada. Caso tenha frequentado outras formações, coloque somente aquelas que serão relevantes para a função à qual se candidata.
      Por fim, existem outras informações que são relevante colocar no seu CV e que poderão ser pertinentes para a função que se candidata, tais como: línguas, habilidades informáticas, atividades de voluntariado, hobbies ou associativismo com relevância (por exemplo: desportos de equipa, voluntariado animal, etc).

      A Direção de Recursos HumanosADDO PHARM